8 de julho de 2009

Randal's Voices #2 - Escadaria para o sucesso!

Bem, caros amigos, eis me aqui novamente para postar a minha humilde crônica. Dessa vez, estarei falando sobre um assunto, que para muita gente, já está mais batido que caiprioska: O atual momento da ECW na WWE. Geralmente, não gosto de comentar esse assunto, mas essa semana ocorreu um episódio que chamou minha atenção... Sem mais, clique em leia mais, e Let's get Rolling!

A escadaria para sucesso!
Essa semana, eu, pobre fã de WWE, usuário de internet discada e que conto apenas com o meu gato de TV a cabo para assistir ECW no FX, tive um fim de semana um tanto quanto conturbado. Começando com o horário nada usual, com o show se iniciando a meia-noite. Isso, automaticamente, cancelou o meu tradicional boteco pós-ECW. Um pouco irritado, pensei: "Espero que o show de hoje valha esse sacríficio!". Mal sabia eu o que aquela fatidica madrugada de sábado/domingo me reservava...
O choque inicial ja tinha vindo alguns dias antes: O draft surpresa, que levou, de uma cacetada só, 80% dos top superstars da minha querida brand Extreme. Jack Swagger, Evan "Air" Bourne, Dinastia Hart e Mark Henry. E quem veio? Regal, que ja foi um bom wrestler, mas que esta evidentemente debilitado pela idade, e Shelton Benjamim! Sim, Shelton! Ele voltou! Eu tinha boas lembranças com relação a Shelton, especialmente devido a sua ultima feud na terra do Extreme, contra Kofi Kingston. Mas, tudo que é bom dura pouco...
Com o anúncio da GM Tiffany, veio o direto de esquerda que levou meu queixo ao chão. Não vou me lembrar das palavras exatas dela, mas foi algo do tipo "agora, a ECW vai continuar revelando os maiores lutadores para a WWE!"
...
Sim, essa foi minha reação.
...
Mais reticências para mostrar o quanto fiquei chocado. O porquê do choque, vocês me perguntam? Oras, não sei! Talvez porque eu ainda tivesse a infantil esperança de ver a ECW como grande novamente. Talvez por ver que a própria WWE assumia aos quatro ventos que outrora grande ECW não passava agora de um degrau a ser ultrapassado, uma barreira entre os jovens da Florida Championship Wrestling e o RAW / SmackDown. A ECW, infelizmente, não passa de um Heat com nome de impacto.
A Extreme Championship Wrestling virou um trampolim.
Quando um lutador está em fase ruim, fora de forma, mal aproveitado ou com uma outra dificuldade qualquer, empurram ele para o Extreme. Lá, na categoria de base da WWE, os veteranos vão preparando os jovens, enquanto se recuperam fisica e psicologicamente. Foi assim com Kane, Finlay, Matt Hardy e Mark Henry. Será assim com Regal. Já se tornou um ciclo, uma rotina.Vejam como se resume a fase ruim de um Wrestler da WWE:
Fase ruim no RAW. Vai para a ECW. Bate no Dreamer. Recebe um push. Luta uma Extreme Rules. Push maior. Vira campeão de alguma coisa e é draftado. Simples assim, tão natural quanto andar para frente ou cagar sentado.
A parte triste é lembrar que mesmo a ECW da WWE ja foi algo empolgante. Tivemos uma ECW na WWE com Sandman, RVD, Big Show, Sabu, Super Angle, Dreamer, Lashley, Test... Uma ECW de gênios in-ring. Tivemos o One-Night Stand, o deleite para fãs como eu. A noite do verdadeiro Extreme. A noite da ECW. Tivemos 3D em mesas, tivemos RVD distribuindo Five Stars e Van Terminators, tivemos Extreme Elimination Chamber, tivemos Kelly Kelly fazendo strip-tease... Tivemos ECW. Mas hoje, somente Dreamer insiste em permanecer na outrora liga HardCore, o One-Night Stand virou Extreme Rules e o Extreme foi dividido por cem, as Extreme Rules Match se limitam a terminar com DDT's em placas de "Pare", e as divas que aparecem se limitam a dar entrevistas (totalmente vestidas). Acho que mudou um pouquinho, mas nada digno da atenção que estou dando, não acham?
Depois do que ocorreu neste sábado, acho que finalmente eu caí na real: A MINHA ECW não vai voltar. O jeito vai ser me conformar com a idéia da categoria de base, e quem sabe aprender a gostar disso. Aprender a tratar a ECW como uma Copa São Paulo de Futebol Junior. Olhar para Sheamus e encara-lo, não como um futuro ECW champion, mas como um Intercontinental Champion, Talvez como World HeavyWeight Champion, ou como WWE Champion. Por que é para isso que a ECW de hoje serve. Uma mera escadaria para o sucesso...

2 comentários:

Dark0ne disse...

Concorco com muita coisa que foi dita em sua cronica,Principalmente nessa decaida que a ECW sofreu.Mais para falar a verdade a ECW sentiu os efeitos de um mundo dentro da wwe,pense como eu por alguns segundos todas as brands nao tem mais o espirito de lutas "pesadas" ou de "putaria",a WWE parou com isso quando viu que ela tem de dominar a nova era e viu que nao tem ninguem na altura dela agora,e outra Vince so pensa em Money Machines e que outra boa oportunidade ele tem para bem descobrir essas "boas money machines" do que na brand que "ninguem" da importancia...Eu espero que ocorra uma mudançao geral na WWE porque convenhamos nao temos apenas a ECW em uma horrivel situaçao...

Anônimo disse...

so mais a smack

Postar um comentário

Gostou do artigo?

Então comente!

Obs: Ofensas, divulgação inapropriada e palavreado chulo não será tolerado.

 

©2009 Are you ready to wrestling? | Todos os direitos reservados