23 de agosto de 2009

3-Keep Down #2 - Com Marcos Amaral - Bateria 2.

Dando prosseguimento á entrevista, agora nós iremos fazer perguntas sobre a blogosfera! Marcos Amaral, Ricardo e The Shockmaster fazendo e respondendo perguntas sobre o estado que hoje se encontra a blogosfera brasileira...

http://2.bp.blogspot.com/_kn6sHe_Ktug/So9W3HswHFI/AAAAAAAAALM/sLWUaqtsL8M/s320/MARCOS.JPG


Vamos agora dar continuidade a série de entrevistas, vocês já conhecem as regras, certo? Não? Então eu explico. O 3-Keep Down é um quadro de entrevistas diferente de todos os outros, aqui são 3 pessoas, que se entrevistam, ou seja, o convidado também tem o direito de fazer perguntas. Fala-se de wrestling na primeira bateria, na segunda, esta, se fala sobre a blogosfera, e a próxima falará sobre vida pessoal, gostos e afins... Se quiser ser um dos próximos a participar, contate-me: rcs.93@hotmail.com... Vamos logo a entrevista...



http://viviannevilela.files.wordpress.com/2008/08/sucesso_segredo.jpg

Ricardo: Wow! That's awesome! Vamos agora falar de blogosfera... Para os mais antigos, ou nem tão assim, para quem já acompanha no mínimo há 2 anos se lembra que antes existia apenas o 4 cantos do ringue, depois surgiu ali o Portal da Luta Livre, e o This Is Wrestling (sendo o segundo depois do PLL). Ambos os blogs cresceram assustadoramente, o PLL era um blog com poucas notícias, pequeno, com um podcast ou outro, e começou a crescer e hoje é o maior blog/site do Brasil, e o This Is Wrestling, digamos assim, virou o Get Ready To Rumble, o segundo maior (nos aguardem hehe). O que vocês acham que é o segredo para ganhar esse destaque?

Marcos: O segredo para ganhar esse destaque, como o próprio nome diz, é... Segredo! :P Brincadeirinha. Eu sempre costumo dizer que criei um monstro, pois não tenho a mínima idéia de como crescemos assim. Entendo que nessa fase nova do wrestling no Brasil nós fomos os primeiros, e isso pode sim ajudar. Mas no geral, julgo como inesperado. Mantemos uma organização bacana, não só na página, mas do lado de fora também. Isso no lado de fora pode parecer que não ajuda muito no sucesso, mas de alguma forma garante nossa permanência.

Shockmaster: Eu acho que não existe segredo para isso... As fórmulas para um blog funcionar com sucesso são diversas, mas a principal delas é a amizade e a união. Também existe a tecnologia, mas se todos os membros de um blog não pensassem juntos seria uma espécie de blog tirolirolês (Português), com crônicas repetitivas e tratando de assuntos com muito rodeio.

http://1.bp.blogspot.com/_brsJ6hge9gY/SdUV4P2tERI/AAAAAAAABxE/gPRuy1l8H60/s400/internet%2Bsimbolo.png

Ricardo: Certo... Como vocês descobriram que era possível acompanhar wrestling pela Internet? Acredito que ambos tenham começado assim, e como foi o primeiro contato com o wrestling de vocês? Digo, a reação, e tudo mais...

Marcos: Eu comecei a ver wrestling na extinta TV Manchete em 1995, por aí. Lá não exisita storylines. Os caras recebiam as fitas, e passavam as lutas sem respeitar ordem cronológica. Só comecei a ver storylines postas em prática pela internet. Então levei uns 7, 8 anos pra poder conhecer bem o wrestling. Da primeira vez foi um espanto. Da mesma forma que me surpreendi quando vi que eles faziam uma espécie de "novela" (a famosa "novela pra macho" que todo mundo conhece desde aquela matéria da TV UOL).

Shockmaster: Eu comecei a ver pro-wrestling nos tempos da G.L.O.W!!! Para quem não sabe, a GLOW era uma federação feminina de mulheres. As lutas eram transmitidas no SBT no programa de nome “Luta-livre de Mulheres”, eu me lembro de uma lutadora fodida que era a Matilda, o visual dela lembra um pouco a Bertha Faye da WWF! Depois outros programas... Pela Internet, foi através da ILL (Informativo da Luta Livre), que era um site que trazia as informações do pro-wrestling internacional, o único problema era o atraso das notícias, mas com o tempo foi modernizando.

http://images.quebarato.com.br/photos/big/3/9/185839_1.jpg

Ricardo: Vocês sentem vontade de conhecer alguém da blogosfera? Se sim, quem? E já conheceu alguém antes? Se sim, conte-nos como foi, se a pessoa surpreendeu as suas expecitativas, e etc, etc, etc...

Marcos: Conheci o Jack, quando ele veio do Rio pra cá, o Alexandre, dono do lutalivre.cjb.net, o site mais antigo sobre wrestling no Brasil (fundado em 98) que se mantém ativo através do Fórum do Informativo da Luta Livre, o Raphael Tadeu e o Iran Santiago que são de MG, mas falta conhecer bastante gente: a minha equipe do PLL (o Marcos Martins até veio a SP, mas não pude vê-lo pois estava em isolamento por causa da Gripe A), o Raposa, Ricardinho Vampetoca (e porque não?), Alan do Universo WWE, Nogueira, Salvador (esse é difícil, porque é lá de Portugal), as Sweet e a Blonde (não levem pra esse lado, é só porque é raro ver mulheres que gostam de wrestling), o Corbari, o Juaum (é mais personalidade das comunas de wrestling do Orkut do que dos blogs, mas enfim...), e muito mais! É tipo a lista de "salves" do Zina.

Shockmaster: Vontade mesmo só se me pagarem (Risos)...Tenho uma enorme vontade de conhecer o pessoal da FILL (Federação internacional de Luta-livre) e o trabalho deles, também tenho vontade de conhecer o Ricardo. Por enquanto só eles, ainda não conheço muito o pessoal da blogosfera brasileira. [?]

http://samuellincoln.files.wordpress.com/2009/05/rubinho.jpg

Ricardo: Eu tinha vontade de conhecer o Fábio Corbari, Igor e o Marcos Amaral, ah sim, Di... Shockmaster hehe. Quais são suas dores de cabeça neste meio? Decepções, frustações, momentos que você não gosta de lembrar, mas o Ricardo Rubens Barrichello está forçando você de se lembrar hehehehehe...

Marcos: De frustrações foi uma recente, de não ter conseguido fechar um acordo para o PLL com uma agência de publicidade. Algo que não gosto de lembrar, sem dúvida foi um episódio muito chato da época que o Dofus ainda tinha crédito com os donos de blogs nacionais. Ele tinha inventado uma notícia sobre o Bret Hart, que ele tinha sofrido um infarto e tal, pra ver quem caía. Se não me falha a memória 2 blogs de menor porte caíram. Ele fez uma postagem dizendo quais blogs eram, mas incluiu o Portal da Luta Livre no meio. Na época, estavamos em um servidor patrocinado, então tinhamos o backup de tudo que ia ao ar, mesmo se fosse deletado. Então, fiquei tranquilo quanto essa acusação, até porque muita gente sabia da obsessão do Dofus com o PLL. Mas mesmo assim, deu pra me deixar puto da cara, porque uma coisa é o cara não gostar do meu trabalho, ou ser frustrado, whatever. Outra coisa é querer me tirar de safado! Se quiser um dia conseguir me derrubar, é melhor ir correr atrás dos meus podres.

Shockmaster: Conforme eu já citei várias vezes, tive frustração na blogosfera portuguesa, mas isso é um assunto que não vale a pena comentar.

http://www.s9.com/images/portraits/24009_Piper-Roddy.jpg

Ricardo: Bem, aqui, entre nós e todo mundo que está lendo hehehe, em quem você confia do seu blog? Quem é seu amigão? E quem você não tem muita afinidade, digo, que conhece, mas ainda assim não fala muito por não gostar e tudo mais...

Marcos: Do PLL atualmente não tem, mas tinha uma que eu não falava muito não porque eu não tinha ido com a cara, que era o Renan [Pacheco]. Ele parecia ser meio marrento, quando comecei a gravar os podcasts com ele eu também achava isso. Isso também porque geralmente fã de Indys costuma ser mais arrogante com os fãs das federações grandes, chama os caras de "n00b" e tal. Mas aí vi que ele não é assim e aprendi que não se deve julgar o livro pela capa. Agora, quem eu mais confio no meu blog é o meu braço-direito, o Iran. É um cara que por muitas vezes acabou levando o PLL sozinho. No dia que eu parar, ele serguirá o legado. No dia que ele parar, tenho certeza que é porque escolheu alguém competente o suficiente pra continuar levando.

http://lh6.ggpht.com/vinicius.saes/SKRQHy9qltI/AAAAAAAABTI/YwxmGqauzro/suruba2.JPG

Shockmaster: Não tenho desafeto com ninguém desse blog, mas afeto eu tenho com o Ricardo, pois ele que me tirou da Tirolirolância e me trouxe para cá...Ricardo Saves!!! Em quais situações, vocês do blog trabalham todos juntos?

Marcos: É difícil. Atualmente temos 19 pessoas envolvidas no Portal da Luta Livre, sem contar a parte "jurídica" que está se formando para os futuros projetos. Então, geralmente o trabalho é dividido em grupos. Mesmo com essas "divisórias", todos conseguem se comunicar e interagir socilamente também, o que julgo importante.

Ricardo: Eu estou vendo isto, aqui já é um trabalho que junta eu e o Shockmaster, em breve espero que todos se juntem aí em podcasts da vida e etc, mas isto é com o tempo, e agora não é o tempo certo para isto, apesar de quase 2 meses de existência, o blog ainda não tem evoluído como deveria e a equipe está um pouco instável, confio mesmo só em bem uns 5, mas é isto né...

http://br.geocities.com/lbhsfanfic/027.jpg

Shockmaster: Bom, eu só tenho alguns contados do pessoal do AYRTW, então ainda não houve a oportunidade de fazer um trabalho em grupo no estilo de mobilização...Mas ainda digo que nós trabalhamos em equipe, cada um fazendo o seu papel para levar aos fãs de pro-wrestling os melhores reviews de programas. Quais são as caracteristicas das pessoas que você gostam de trabalhar?

Marcos: Primeiro de tudo é responsabilidade. Acho que para um projeto mais sério, é necessário entender que não dá pra chegar, publicar textos na hora que quer, falando o que quer. Outras características que levamos em conta são: humildade, amor ao esporte e capacidade de comunicação.

Ricardo: Cara, depende da pessoa, preferencialmente, como o Marcos disse, responsabilidade. A qualidade é importante também, mas ela vem depois de um bom treino, e só se treina tendo responsabilidade, qualquer um pode nascer com o dom, mas só consegue o transformar em talento praticando-o...

http://3.bp.blogspot.com/_n6_dGrZKU0E/SC2sgfLaDxI/AAAAAAAAAJU/hDs_QjD8_uY/s400/patr%C3%A3o.bmp

Shockmaster: De preferência mulher (Risos)...Brincadeiras á parte, acho que lealdade e compreensão são o que mais vale nessas horas. Tem que haver isso dos 2 lados, tanto meu (Administrador) e dos outros (Cronista/Repórter). Referente aos cronistas, qual é a hora de critica-los?

Marcos: Essa é a parte mais complicada. Quem escreve uma crônica, coluna ou artigo tem um poder muito maior de impacto do que o do jornalista, pois suas opiniões são levadas em conta, e dependendo do assunto e da credibilidade do cara, acaba se transformando em um formador de opinião. É justamente isso que queremos evitar no Portal da Luta Livre. Não viemos pra fazer a cabeça de ninguém, apenas mostrar o que existe no mundo do wrestling. Então, quando a gente vê algo puxado mais pra essa intenção de firmar uma idéia na cabeça do internauta, criticamos, conversamos com o cara, essas coisas.

Ricardo: Eu não diria que é na hora que ele erra, mas na hora que ele comete 3 imprudências - cometer o mesmo erro do que antes, não cumprir com suas responsabilidades sem uma explicação cabível, e quando o sujeito se sente o dono do mundo, e se esquece que este trabalho não é só para ele, mas sim para um todo. Acho que quando chega nesses 3 pontos é a hora certa de criticar...

http://www.oespectro.jor.br/patrao1.jpg

Shockmaster: Críticas são válidas quando são construtivas e não ofensivas (Com exceção de respostas as crônicas ofensivas)! Acho que ninguém é melhor que ninguém, por exemplo, no blog do AYRTW, temos diversos tipo de crônicas e reviews, mas cada um tem sua característica de escrever, mas todas são boas! Errinhos de português ali ou aqui não é motivo (pelo menos aqui) de citação ou comer o rabo de alguém. E qual é a hora de elogia-los?

Marcos: Temos que reconhecer o trabalho dessas pessoas. Até porque muita gente acha que é fácil fazer um texto desse, por ser baseado em opiniões próprias. Mas, como falei na questão anterior, deve se ter o cuidado de não colocá-las de forma irresponsável, transformando o texto ou em uma espécie de propaganda negativa ou positiva, ou então num manifesto contra algo que não é do gosto do autor. O cara que sabe escrever um texto desse sem esses problemas merece ser elogiado sim.

Ricardo: Acho que sempre é hora de se elogiar, principalmente quando se faz um bom trabalho, se tem boas idéias e tudo mais, eu não comento muito porque não tenho tido tempo nesses últimos dias - e ainda assim me mantenho firme e forte! :D Eu cobro um pouco do povo agora que o blog está em sua gênese, mas também semre incentivo e os motivo a fazerem um trabalho cada vez melhor. Se eu estiver mentindo, que me digam aí quando fiz do contrário ou não me chamo Ricardo.

http://4.bp.blogspot.com/_N-1sFHr3j1I/Sa1kv1kxyqI/AAAAAAAAAEA/yOJWaQK6HjQ/s400/FuncionarioDoMes%2Bcopy.JPG

Shockmaster: Sempre que o esforço e o conteúdo sejam bons!!! Eu ainda não tive a oportunidade de falar com todos do AYRTW, mas caso você que trabalha aqui quer um elogio meu, aqui está meu MSN: diego_bronson@hotmail.com... Diga quais são as pessoas que se destacam na blogosfera por-wrestling e por quê?

Marcos: Dos que se destacam por grandes feitos e por contribuirem de forma construtiva posso citar o Jack, Fábio Corbari, Swanton Bomb (do extinto WrestleManíacos), Iran Santiago, Raphael Tadeu, André Marcon, Nogueira (do heroi.com.br/lutalivre), e — mesmo que alguns me crucifiquem por ele ser polêmico — acho que já posso incluir nosso amigo Ricardo aí nessa lista. Ele começou arrumando muita confusão, mas tá mostrando um ótimo trabalho atualmente.

Shockmaster: Ainda não tive a oportunidade de acompanhar 100% a blogosfera brasileira de Pro-wrestling, mas gosto muito dos textos do Havock (WNP), Ricardo (AYRTW) ,Xandão Dead (GRTR) e do O Caçador (AYRTW).
Havock: Eu gosto porque além de saber fazer tudo relacionados a artigos de pro-wrestling (Crônicas, Review, Etc...), é dos únicos brasileiros que suporta á Tirolirolândia (Portugal).
Ricardo: A mesma coisa que o Havock, faz de tudo relacionado á texto e agora mostra ser um grande administrador.
Xandão Dead: Ele busca o que há de mais bizarro no mundo do pro-wrestling.
O Caçador: Esse está conhecendo ainda...Estou adorando sua sessão de bios!

Ricardo: Depende, os que vou citar agora são os mais conhecidos, mas não quero dizer que os outros sejam ruins ou não sejam bons, mas não conheço ainda o trabalho deles... O Próprio Shockmaster, o Marcos Amaral, Corbari, Flávia OldSchool, esse povo aí além de mandar bem, é conhecido, e um outro que nao conhecia muito bem mas tem caído no meu gosto é o Caçador.

http://modagnifica.files.wordpress.com/2007/11/karina-bacchi.jpg

Marcos: A blogosfera nacional é nova no que diz respeito ao Wrestling. Mas, mesmo assim, caminha a passos largos devido a aceitação do público. Nesses passos, quais foram os momentos mais marcantes que vocês acompanharam?

Ricardo: Momento marcante? De bom? Diria que foi o momento em que fechou o This Is Wrestling e nasceu o Get Ready To Rumble, não que seja bom fechar um blog, mas foi uma forma de se criar um novo padrão bloguistico no Brasil, um padrão já existente em Portugal, blogs voltados para conteúdos, somente. Acho que além do GRTR, só o nosso se foca nisto também, e vejo isto como um lado positivo.

Shockmaster: Acho que foi a criação de blogs de pro-wrestling. Muitas pessoas aderiram a blogosfera e o fãs de pro-wrestling pegaram onda nessa idéia e criaram seus blogs também. Temos muito que agradecer a facilidade que os blogs se encontram.

http://www.biinternational.com.br/aluno/rodrigoramos/files/2009/07/albert_einstein.jpg

Marcos: Nos blogs, o número de escritores novos é muito grande. Com o ritmo escolar, a cobrança dos pais e a responsabilidade, por muitas vezes vemos alguns blogs fecharem, ou equipes sofrerem desfalques. Há uma solução pra isso na opinião de vocês?

Ricardo: Sim, chamar pessoas acima dos 18 anos ou que tenha meu voto de confiança no quesito responsabilidade... Mesmo eu tendo 16, mas eu sou uma pessoa que consegue trabalhar perfeitamente com o horário, estudo em dois colégios, e nunca abandonei blogosfera, só tiro notas altas, passei de período, faço concurso público... É que criança não sabe mecher com o tempo... Vira e meche eu sofro com isto, mas já estou controlando. Claro que com adultos tem o porém do trabalho, mas é muito melhor de se trabalhar, não esquenta a cabeça com problemas, e nem vários outros itens... Claro que tem uns caras de 14 anos que fazem um trabalho legal, mas são poucos que se salvam... Talvez eu esteja com esta opinião devido a uma série de fatos que ocorreram nesta mesma linha...

Shockmaster: Solução não existe pra isso. Vamos ser realistas, pro-wrestling no Brasil não dá dinheiro. Então você que faz tudo por pro-wrestling e esquece a vida, larga a mão de ser idiota e vai trabalhar/estudar! Se conseguir consiliar bem, senão esquece e dê prioridade pro seu futuro.

http://img183.imageshack.us/img183/7659/alvimcorrea10if0.jpg

Marcos: Antes do surgimento dos blogs, a maior fonte de informação sobre luta livre era o Orkut, através de suas comunidades. Lá, várias pessoas se vangloriam de seu conhecimento avançado, e os blogs são pouco citados. Vocês acreditam numa boa relação entre o Orkut e a blogosfera? Justifique.

Ricardo: Não. Não pelo fato de que o que se é feito em blogs não se é feito em orkut, e vice-versa. Primeiramente, no orkut existem apenas 3 comunidades sobre wrestling - que eu conheça, e que funcionem - a WW Brasil, a WWE [oficial] (do Paraguai né? rs), e a Pro Wrestling Revolution (aêêê, a única que me acietou hehehe), e tem o seguinte, a WW Brasil os caras são do tipo que não curtem blogs, não curtem crônicas nem nada, e se eles vêem algo, é só para criticar, mas eles não enxergam que todos são sujeitos a erros, até mesmo escritores de jornais famosos erram, por que nós de simples blogs não podemos? Enfim, os caras da WWE Oficial são muito infantis em sua grande maioria, se você critica o trabalho de um deles, critica positiva, eles enxergam como esculaxo e ficam todo ofendidos, então é melhor nem tentar nada... Os da Pro Wrestling Revolution até que são gente fina, mas eles optam por debates e tudo mais, algo que é mais fácil fazer por orkut, por blogs é meio estranho e etc... Eu até tento postar uma cronica aqui e outra coisa lá, o review aqui e lá, mas não obtenho um bom resultado... Boa relação? Pode ter até uma mais ou menos, mas em sua maioria os mundos não podem se cruzar. rsrsrsrs

Shockmaster: Eu sei que uma coisa muito burra responder uma pergunta com outra pergunta, mas lá vai: Saber mais ou menos de pro-wrestling vai lher dar a chance de ser alguém melhor? Guerrinhas existem até no meio de cada "tribo", não só de "Tribo contra tribo"! È o cacique que tem que manter a ordem na aldeia...

http://topnews.us/sites/default/files/Osama-bin-laden5.jpg

Marcos: É comum vermos, vez ou outra, um blog atacando o outro (seja de uma forma direta, ou de um modo mais "diplomático"). Nessa guerra de blogs, vocês já trocaram farpas com alguém, ou foram atacados de alguma forma?

Ricardo: Eu nunca ataquei blog diretamente, apenas brinco com as mancadas que os membros de blogs dão, Iran Santiago é prato cheio para isto, apesar de tu gostar dele Marcos, o cara vacila muito hehehehe, então é normal, mas é uma zuação normal, só que o cara é doido e fica com ódio de mim huahuah. Eu não acho que tenha guerra de blogs, pelo contrário, acho que tudo é muito unido... Mas se tem pra dizer de ser atacado, eu diria que eu fui "screw" uma vez aí por um membro do Get Ready To Rumble, mas deixa pra lá, ele não vale a qualidade desse quadro.

Shockmaster: Não gosto de falar sobre esse assunto, respondi isso na entrevista passada...

http://mohindersuresh.files.wordpress.com/2007/12/mou-barata.jpg

Marcos: Bem, já que o Shockmaster perguntou sobre os nomes que se destacam, não posso deixar de perguntar: Quais são os nomes que se destacam de uma forma negativa? Seja por alguma atitude tomada, por despreparo, ou até mesmo por ser controverso?

Ricardo: Eu, primeiramente. Eu nem quis ser assim, mas é foda ser gostoso... hehehhehe, bem, a minha diferença para a grande maioria é que eu mando a minha opinião, enquanto os outros se resguardam com medo de confusõa, e eu não, eu topo, por quê não? vamos cair pra dentro, rumo a Tóquio. Outro seria o Igor Lopes, mas acabou virando pompom e todos tão gostando... Então se foda Igor huahuahuha. Ele é gente boa, tinha vontade de um dia encontrar o cara, foda que não dá para aplicar head scissors nele né, pois se não eu que me machuco... heuhuehe. Outro controverso é o Dofus, que graças a Deus se Dofeu... Cara retardado...

Shockmaster: As lendas que acabaram suas vidas por uso de anabolizantes e drogas são o exemplo mais negativo que o pro-wrestling pode oferecer...

Continua...

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do artigo?

Então comente!

Obs: Ofensas, divulgação inapropriada e palavreado chulo não será tolerado.

 

©2009 Are you ready to wrestling? | Todos os direitos reservados