28 de dezembro de 2009

Olhar Crítico #8 - Melhores do Ano!

Bem, vamos lá... O ano está acabando, quem foi bem, foi, quem não foi, já era... Vamos agora para a premiação de MELHORES DO ANO, confira tudo isto e muito mais na continuação do post, e Justificardeixe sua opinião a respeito.

Melhor Federação:

Este é sempre um assunto delicado a se dizer. Isto porque é muito complicado afirmar que X federação foi melhor do que Y. Até porque, existem várias federações espalhadas pelo mundo. Eu não tenho uma Internet boa o suficiente para acompanhar tudo o que gostaria, e nem tempo livre para isto. Durante este ano de 2009 acompanhei várias federações, e posso dizer com convicção que não tem como se comparar uma WWE com NJPW, CMLL com TNA, e etc. Isto porque são empresas que se focam num determinado público alvo, logo o produto será diferente, compará-las é um erro. Assim como também é um erro comparar uma federação grande com uma independente, que possui poucos recursos financeiros. Porém, depois de uma pausa para pensar, cheguei a uma conclusão, e sem mais delongas, vamos logo a vencedora:

WWE

Muitos são os críticos, em qualquer comentário se pode encontrar um "entendido" de wrestling que diz: WWE não é Wrestling, as Indys é que são... Ok, eu não discordo que em federações do circuito independente os combates apresentem uma variedade de golpes maior, mais plásticos, e etc. Porém, devo ressaltar também que wrestling não se resume a golpes... Vai muito além disto. Wrestling é storyline, carisma, entretenimento. E nisto, meus caros, eu não posso negar de que a WWE ainda é a força maior no mercado. Neste ano de 2009 a WWE se focou em valorizar os cinturões de midcard, trouxe novos nomes para o topo, até de forma arriscada... Mas parece estar funcionando. Ela também nos proporcionou bons pay-per-views... Claro, também passou por seus momentos ruins, mas todo mundo passa por uma fase assim.

Por que a WWE foi a melhor do ano?

Simples, apesar de a concorrência ser praticamente inexistente, a federação em questão ainda assim nos brindou com belos combates, umas duas rivalidades interessantes ao longo do ano, e quem assistiu aos shows da WWE em 2009 não pode dizer que foi tudo uma simples e grande perca de tempo. Isto é pouco? Então basta citar que neste ano tivemos o Lendário combate entre Shawn Michaels e Undertaker no maior palco de todos, que apenas não recebeu ***** de Dave Meltzer por uma falta de background... Este foi O ANO da WWE? Não, de longe. Mas ainda assim foi um bom ano, melhor do que os 4 últimos, e melhor do que o das prováveis concorrentes.

O que faltou para as concorrentes vencerem?

Bem, para a TNA faltou uma coisa bem simples: Ser uma federação de wrestling. Com sinceridade, não gostei deste ano para a TNA. Ela simplesmente ficou na promessa... Teve bons combates? Sim, teve uns 5 por aí ao longo do ano... E o que mais? Agora neste final mostrou audácia ao fazer uma parceria com Hulk Hogan e o museu antiguidades do wrestling... Podem incomodar um pouco a WWE, de fato, mas para a federação ser a melhor do ano ainda falta talvez uma década...

As duas grandes potências mexicanas durante este ano me desapontaram. Sim meus caros, este ano as duas estiveram desleixadas, fizeram o mesmo show ao longo de 2009 inteiro. Talvez poucos acompanhem, mas quem acompanha sabe do que digo. A WWE em contrapartida teve seus méritos, apesar de cometer seus erros, como citei, suas concorrentes foram muito fracas este ano...

Eu sei, eu sei, o caro amigo que curte puroresu deve estar se roendo de raiva neste exato momento. Cadê a NJPW? NOAH? Bem, a NOAH este ano teve uma grande perda, que foi a morte de Misawa. Desde então, eu não consegui ver a federação com os mesmos olhos, não sei se foi comigo, ou com eles, mas ficou diferente. E também não vi presente o brilho de federação do ano por lá. A WWE também não teve este brilho, mas aqui vai uma singela diferença entre ambas, que apesar de ser injusto, não deixa de ser uma realidade. Se eu vou acompanhar um combate de wrestling, eu tenho que ter em mente que eles são atletas treinados, para fazer uma exibição sobre um ringue, porém seguindo um roteiro. Certo, mas qual é a graça de ver apenas uma bela exibição, sem um grande contexto em volta disto? É neste quesito que a WWE sempre está um ponto a frente das demais. Poderiam citar NJPW, mas este ano também achei diferente. Muitos shows que eu vi falarem: ”Nossa! Que foda!” me deram sono... Questão de opinião... Sem contar que, acompanhar tais federações é um tanto quanto complicado, eu confesso que vi apenas uns eventos, e não todos, mas por eles dá para se ter uma boa base, e sei que quem acompanha não vai discordar muito de mim.

Existe também a outra pergunta: E quanto as federações independentes?

Aqui vai a premiação de federação spot do ano. Essa é aquela federação que produziu um (ou mais) bons eventos, e não desagradou, porém faz parte do circuito independente;

DGUSA

Bem, você realmente não espera que eu acompanhe todas que existem pelo mundo, né? Destas, acompanhei ao longo de 2009 umas duas apenas, ROH e BWF. Talvez devo ter assisto uns shows da CZW, BJW, outro da CHIKARA, DGUSA, e PWG. Não posso citá-las como concorrentes para federação do ano. Por quê? Existe um grande problema nestas federações – Elas enjoam. Sim, é isto mesmo. Você começa acompanhando ROH, e depois de tanto assistir, enjoa. Perde a graça. Quando começa a querer avançar lutas, já não está dando muito certo. Quando vê apenas os shows que tem X wrestler... Enfim, eu tive este sentimento com relação a ROH e BWF. CZW foram apenas umas lutinhas, porque eu não gosto da federação, apesar de ter uns combates interessantes sem ser hardcore. Então meu destaque ficará por conta das outras 3 que foram citadas, e digo que não tem como deixar passar em branco a respeito da DGUSA. Eu assisti dias desses um pay-per-view, Enter the Dragon... E devo dizer, não me arrependi nem um pouco de ter baixado, e não digo: perdi tantas horas assistindo, digo: deliciei-me por várias horas assistindo e re-assistindo. De fato, não posso deixar de premiá-la neste especial. Como eu disse anteriormente, esta não é uma federação como WWE, a qual você acompanhe uma storyline, que tenha um belo desfecho... Mas sim uma federação que faz um belo show para guardar no computador, e quando estiver sem nada para fazer, assistir, ou naquela época enjoativa de wrestling...

Melhor Show semanal:

... Esqueçam as federações, vamos falar agora dos shows semanais. Obviamente existem mais shows semanais de wrestling do que imaginamos, mas nem eu sei quais são eles, é inviável ficar citando todos, mas dos importantes podemos citar o Impact, Raw, ECW, Superstars, SmackDown, e agora o ROH on HDNET. Como eu posso escolher o show da semana? Esta é uma decisão um pouco complicada. Isto porque nenhum show atualmente conseguiu se manter numa media boa, sem decepcionar. Todos eles tiveram altos e baixos, mas ainda assim um se sobressaiu.

SmackDown!

Quem não gosta da brand azul? No começo do ano estava num nível mediano/boa, no período pós-WrestleMania carregou a WWE nas costas, porém depois do retorno de Batista e Undertaker, as coisas voltaram a decair um pouco, mas nada que me faça dizer: ”Que bela merda foi este show!” De longe, o SmackDown consegue ser uma central de desenvolvimento com qualidade, e um show de entretenimento. Isto porque além de “pushar” vários wrestlers, ainda assim mantém a sua proposta original. Aqui no SD! que Punk conseguiu seu lugar no Main Event, e agora está ali no up midcard contribuindo para o sucesso de R-Truth, neste mesmo SD! temos John Morrison, que vem fazendo bons combates, e o nascer de novos talentos, como Drew McIntyre... A brand de Undertaker, Edge, e agora Chris Jericho manteve um grande nível, e ainda faz belos shows, e foi o cartão de entrada da WWE por muito tempo. Este prêmio vai pros mares azuis do show que completou uma década em 2009.

Por que não os outros?

Raw? Impact? Não há como estes shows terem sido melhores do que o SmackDown foi neste ano. A Raw esteve interessante, repito, interessante no começo do ano por causa da rivalidade entre os McMahons e Randy Orton, mas logo voltou a murchar... Só após o ângulo envolvendo Donald Trump, é que o show voltou a ter uns fracos batimentos cardíacos significando que ainda tem salvação. Mas agora é tarde demais. Impact? Isto foi uma piada. Quem aqui já jogou SNES (Super Nintendo)? Alguém se lembra das fitas 5 in 1, com aquela tela azul, os nomes em branco... Lembram? Assim pode-se dizer que foi o Impact neste ano, a TNA comprimiu três shows em um. Isto só mostra a urgência que se necessita de um novo show semanal para a TNA, e este show deveria ser as sextas ou terças, para bater de frente com ECW ou SmackDown... ECW este ano foi uma forte concorrente com o SmackDown para ser o melhor show semanal, foi sempre a ECW quem se manteve no ritmo, sem piorar ou melhorar, e tudo isto graças a um nome: Christian. Mas a brand passou por um momento negativo quando perdeu seus superstars para a Raw, e agora que voltou a tomar jeito. Bem, se não mexerem em nada, ano que vem ela será a vencedora, pois a ECW se resolve sozinha, sempre aparecem bons wrestlers por lá. Superstars é outro show semanal que vale a pena acompanhar, mas ele cai no mesmo caso da ROH. Faz 3 shows legais, depois 3 shows chatos, um show ruim, depois um show legal. Não dá pra confiar nele, não dá pra chamar os amigos e dizer: Vamos ver o Superstars, porque hoje vai ser bom.

Wrestler do ano:

Para dizer quem foi o melhor wrestler do ano, tem que se entender muito bem o que é um wrestler. Um wrestler não é apenas um cara que saiba lutar, e nem um cara que saiba atuar – ser bom no microfone –, e o Wrestler do ano não pode ser apenas o cara que apresentou essas duas características, tem que ser o cara que teve um belo destaque, mas não por parte da equipe criativa, e sim por ele mesmo. Nesta categoria eu realmente fiquei em dúvida sobre quem escolher. Meus candidatos foram: CM Punk, AJ Styles, Kurt Angle, Chris Jericho, John Cena...

Os wrestlers da TNA deram um show neste ano, AJ Styles esteve envolvido em grandes combates, o que se torna uma redundância, mas mais do que isto, a última luta de Sting foi com AJ Styles. Não dá para negar que neste ano AJ esteve por cima. Kurt Angle idem, fez recentemente duas belas lutas com Desmond Wolfe, e ao longo do ano esteve firme e forte dando push para as novas caras, como Matt Morgan, entre outros. Mas não, eu não vou dar o prêmio para eles, porque ambos fizeram o mesmo que fizeram em 2008, e o mesmo que farão em 2010, isto é bom, pois são grandes wrestlers, é sinônimo de show. Mas este ano não foi dominado por eles.

2008 foi o ano de Chris Jericho, sem dúvidas. Ele arrasou, simplesmente isto. Este ano teria tudo para ser dele também, ou então ter uma forte briga com Edge – que infelizmente se lesionou –, Jericho foi genial ao conseguir salvar uma rivalidade que tinha tudo para dar errado. Alguém em Janeiro realmente ficaria ansioso para assistir uma luta entre Jericho e três coroas? Pois é meus amigos, Jericho foi capaz de levar aquela rivalidade nas costas, rivalidade a qual achei muito errado de ter caído nas costas de Jericho. Seria muito mais interessante se outro heel tivesse “feudado” com as lendas, isto ajudaria a pushar outro talento, eu teria dado o cargo para Jack Swagger, que faz bem este estilo. O que não fez de Jericho ganhar este prêmio, é que realmente o vencedor se superou...

Aqui estamos nós, entre CM Punk e John Cena... Se tivesse sido esta a última luta no torneio no Slammy Awards, teria sido bem mais legal hein... E o resultado seria o mesmo. O wrestler do ano vai para: John Cena

Assim como se doeram na premiação concebida pela WWE, aposto que muitos devem estar se doendo agora também. Mas neste ano de 2009 John Cena se superou. CM Punk foi um grande wrestler? De fato foi, o seu heel turn foi bem trabalhado, porém existe um diferencial entre ele e John Cena. O ex-WWE Champion teve uma desenvoltura gigante. Se pegarmos uma luta dele em 2007, outra em 2008, e compará-la com uma luta em 2009 veremos uma grande diferença. John Cena não foi overrated. Isto porque ele realmente foi um cara de Main Event. Seus combates foram muito bons, fez grandes lutas com Randy Orton – mesmo sendo uma feud repetitiva –, e nas duas últimas Raws você pode ver a desenvoltura de Cena, nos combates contra Jack Swagger e CM Punk. O Straight Edge foi como peixe, morreu pela boca. Cena é a face da WWE, e disto ninguém duvida, e neste ano ele foi a melhor representação da firma, e não deu motivos para ninguém reclamar, seu reinado foi bom, e sólido.

Rivalidade do ano:

O ano de 2008 foi marcado por grandes rivalidades, Undertaker vs. Edge, e o remake/continuação da feud entre Shawn Michaels vs. Chris Jericho. Já agora em 2009, o que tivemos? A repetição da repetição da repetição de John Cena, Randy Orton, Triple H, e a repetição de Edge e Cena... Mas ainda assim teve uma que foi boa, Jeff Hardy vs. CM Punk. Teve algo na TNA para se destacar? Não. Poderia ter tido uma fodástica rivalidade entre Frontline vs. Main Event Mafia... Porém com a faca e o queijo na mão, botaram tudo a perder... Eu poderia citar aqui as duas encrencas em que o Jericho se meteu. A contra Rey Mysterio que rendeu bons combates, e que a WWE fez bem em evitar que Rey falasse no microfone. Mas como eu diria... Não foi uma rivalidade pra se dizer: Cara, em 2009 o Rey feudou com Jericho... Idem digo para as lendas e Jericho. DX vs. Legacy? Teve até um desfecho bonito, mas... faltou coisas ali. DX vs. Jeri-Sow? Bem, no último trimestre realmente foi o grande destaque. Mas na certa os fãs de Jeff Hardy vão se lembrar sempre deste ano de 2009 pela rivalidade dele contra CM Punk, então não tem como o resultado ser diferente, e a rivalidade do ano foi:

CM Punk vs. Jeff Hardy

Não vou contar como ela foi, pois todos sabem. O término também, e que, aliás, agradou a muitos. Esta rivalidade teve belas lutas, uma boa duração, uma boa estruturação, foi à rivalidade do ano, e está fora de discussão. Eu poderia citar aqui Shawn Michaels vs. Undertaker sem medo de ser apedrejado, mas eu não considerei isto uma rivalidade. E mesmo que fosse, foi feito “nas coxas”, muito rápido... Eu poderia citar aqui também os McMahons vs. Randy Orton. Porém esta história ia muito boa, até voltar a ser o que sempre é. E sai ano e entra ano, ver a mesma novela torna-se chato. Nesta rivalidade teve a fixação de CM Punk como estrela da WWE, a demissão do Hardy, emoções por aí a fora... E também, não teve nenhuma outra rivalidade neste ano com bom nível de lutas e bom background para se comparar a tal. Fica aí.

Melhor Storyline do ano:

Aqui teríamos três fortes concorrentes, se o mundo não fosse tão injusto... desigual... blá! Blá! Blá! Blá! Na CMLL tivemos uma boa storyline envolvendo Negro Casas e Místico... Na TNA o ocorrido de Main Event Mafia e Frontline... E na WWE além da famosa “Eu vou tirar a streak de Undertaker”, teve essa história de guest hosts... Bem, na CMLL o óbvio aconteceu, e estragou tudo, e eu até parei de acompanhar. Na TNA, Vince Russo. Na WWE restou então o clichê: Eu tirarei a streak de Undertaker! Aqui vai o diferencial de um bom wrestler, para uma lenda. Você botaria fé numa história dessas? Acreditaria que isto realmente seria interessante e de certa forma, nos deixaria com a dúvida de, será que chegou a hora da primeira derrota de Undertaker? Pois é... Shawn Michaels e Undertaker, em 3 semanas elevaram majestosamente o nível desta storyline, e eu realmente a considero como a melhor do ano, até que me provem o contrário, e nos apresentou o resultado mais óbvio da história, porém ainda assim mais emocionante de todos. Melhor storyline: Undertaker, eu vou tirar sua streak em WrestleMania!

Diva do Ano:

Apesar de eu ter colocado Diva, incluo também as Knockouts... Oras, é tudo mulher... Bem, é clichê citar que divas não recebem o destaque, e etc... Alguém aqui compraria um pay-per-view para ver uma luta de divas? Digo, no mesmo pay-per-view que vai ter Shawn Michaels vs. Chris Jericho, Undertaker vs. Triple H, Edge vs. Christian… Eu só conheço 2 pessoas que realmente comprariam um pay-per-view por causa da luta feminina. E na certa o cara não está lendo isto (na verdade, agora está, porque estou pedindo para ele ler). Mesmo com ninguém se importando com elas, ainda assim as mulheres fazem uns shows interessantes, além de exibirem suas curvas. Se a WWE desse um pouquinho mais de atenção para a Natalya Neidhart, teríamos ela como vencedora. Mas a Diva do ano é mais do que uma mulher que saiba lutar, tem que ser a mulher que mais lutou, mais entreteu, e neste quesito apenas uma pode vencer: TARA.

Atual TNA Knockouts Champion, a mulher nunca foi de se exibir, fez boas lutas na WWE, faz boas lutas na TNA... Ela realmente nos deixou preocupado, dizendo que abandonaria o wrestling. Mas por sorte, a TNA aproveitou o término da clausura e a pegou... É... Eu também gostaria de ter pego ela... Enfim, não tenho muito mais a dizer, ela não teve muitas concorrentes, a única que seria sua concorrente de peso – literalmente – não brilhou muito neste ano, Awesome Kong...

Melhor Pay-Per-View do ano:

Provavelmente muitos vão se esquecer o que este ano já nos brindou. Wrestle Kingdom III, lembram-se? Foi um belo evento... Não teve um combate que eu consideraria mediano – ou que eu me lembre. Porém, por parte da WWE tivemos 3 pay-per-views que valeram pagar.... Estou me referindo ao No Way Out, Survivor Series, e TLC. Eu estava em dúvida entre estes 4, e o Enter the Dragon. Mas cheguei a conclusão de que o melhor pay-per-view não tem que ser apena aquele que teve belos combates, mas sim aquele que mais criou expectativa, e correspondeu a tal. Bem, nisto logo eliminamos o evento da DGUSA, até porque não tem muito o que ficar animado, quando não se tem uma história para ser posta no evento.

O Survivor Series não apresentou nenhuma storyline decente para as Survivor Series Matches. Então, apesar de ter tido bons combates, eu o excluo desta lista. Restaram agora o da NJPW, e o TLC e No Way Out. Eu devo dizer que vocês são obrigados a assistir o Wrestle Kingdom para entenderem o motivo de eu estar em grande dúvida. No No Way Out além das tradicionais Elimination Chambers, aquela No Holds do Shane foi bem interessante, sem contar que neste mesmo pay-per-view tivemos o fim da storyline entre JBL e Shawn Michaels. Eu não me recordo de nada ruim neste pay-per-view, nada mesmo. O TLC foi um bom evento, até mais Extreme do que o Extreme Rules foi. Com 3 grandes lutas, mas foi apenas um evento interessante.

Eu realmente diria que tivemos aqui um empate, mas não, o No Way Out mexeu muito mais com as minhas emoções, e não é porque eu seja um fã de WWE, mas por tudo em si, tenho a certeza de que com o pior dos smarks aconteceu o mesmo, e a versão derradeira do No Way Out eu digo que foi o pay-per-view do ano.

Wrestling não teria graça sem as tag teams... Tivemos grandes equipes no passado, Freebirds, Rock’N Roll Express, Midnight Express... Outras mais recentes como New Age Outlaws, estas que vem e que vão como a Degeneration-X... Chegou a hora de escolher qual foi a melhor deste ano:

Tag Team do ano:

Eu não ficaria em dúvidas quanto a isto se não tivesse acontecido a tragédia que aconteceu. Edge, por que tu teve que se lesionar? Sem dúvida Edge e Jericho dominariam o ano... No lado da WWE não teve nenhum destaque, com a exceção da DX... Por parte da TNA, os Motor City Machine Guns não tiveram a oportunidade que mereciam. A divisão se fechou entre os British Invasion, Team 3D, e Beer Money. Mas nenhum teve o destaque da tag team do ano.

Por outro lado, no meio das independentes, ali circulando pela ROH, DGUSA, teve uma tag team que fez grandes lutas, e mostra uma química incrível. Estou falando da tag vencedora; Young Bucks!

Eu reconheço que não dava muita bola pros dois até um mês atrás, já havia visto duas ou três lutas deles, e achava eles bons. Mas depois de assistir o Freedom Fight, e o Enter The Dragon... Mudei de idéia. E como em 2009, tanto a WWE, como TNA não nos apresentaram grandes tags, e por parte do México o de sempre, o prêmio vai para eles. Se quiser ver/conhecer um pouco melhor esta dupla, veja uns trechos a seguir:

Momento Oh My God! do ano

Este aqui é um que apenas a WWE ou TNA podem oferecer. Tivemos fortes concorrentes. A parceria entre a TNA e Hulk Hogan se encaixa nesta categoria, e eu vigorosamente afirmo que exclamei: OH MY GOD! quando fiquei sabendo desta notícia... Também a “venda” de suas ações para Dixie Carter foi um OMG... Mas não é esse timo de Oh My God que marca o ano... No ano passado o OH MY GOD foi quando John Cena retornou no Royal Rumble, isto porque realmente ninguém esperava, não tinha spoilers, nada!

E para este ano, aquilo que você, caro leitor, não esperava, era ver...

Undertaker retornando no SummerSlam, daquela forma.

Spot do ano:

Um belo spot tem que mostrar perigo, beleza, e etc, etc, etc… E também, SER ÚNICO. Na certa eu poderia citar aqui uma caralhada de spots que acontecem em combates da TNA. Porém, como citei, eles são muito repetitivos. Na WWE, por sua vez, tivemos spots interessantes, como aquele swanton bomb de Jeff Hardy em CM Punk no SummerSlam. Poderia citar também o leg drop de Jeff sobre a cadeira, na WreslteMania. Mas estes spots são, ainda assim, comuns. Um spot que realmente me encheu os olhos, e me fez voltar o vídeo várias vezes para assisti-lo, foi justamente este:

Big Show jogando John Cena no refletor de luz – BackLash

Talvez muitos discordem que seja este o SPOT do ano. Talvez seja aqui a única hora que o meu gosto falou mais alto. Porém, diz aí quem não gostou de ver o Cena (gostando ou não do cara) atravessar o refletor, e resultar em várias explosões? É pra dizer: Mataram o cara...

Enfim pessoal, aqui termina a premiação de melhores do ano. Tentei ser o mais imparcial possível nas escolhas. Gostaria de saber da opinião de vocês! Grato! Amanhã vem a outra parte... OS PIORES DO ANO! Vejo você mais tarde! ;)

2 comentários:

Anônimo disse...

muito bom o cena pelo menos esta se esforçando para melhorar ao contrario do mano do esteroides

everton disse...

Eu compro os dvd´s da wwe só pra ver as divas e o Undertaker também,e a Victoria,se prefirirem Tara é a minha prefirida,ela é um conjunto de beleza e técnica isso sim é uma diva,knockout de verdade.
PS:Tara a + gostosa de todas.

Postar um comentário

Gostou do artigo?

Então comente!

Obs: Ofensas, divulgação inapropriada e palavreado chulo não será tolerado.

 

©2009 Are you ready to wrestling? | Todos os direitos reservados