26 de agosto de 2009

Olhar Crítico #4 - É Proibido brilhar

Inspirado em É proibido fumar, de Roberto Carlos, e pela recente contratação da WWE, Bryan Danielson, eu junto a você vamos analisar o casos de grandes wrestlers que passaram pela WWE, enfim, dê uma conferida e deixe seu comentário! :D

http://2.bp.blogspot.com/_H6WbGJSs7uc/SDtrrJ1ANpI/AAAAAAAAAQw/jALWM6X16AU/s400/eye.jpg

Hoje você tem aí os seus 16 anos – presumo eu –, mas você nasceu com esta idade, você passou por uma gestação, nasceu, foi crescendo, e mais tarde se tornará um adulto com responsabilidades (dificilmente alguém de 30 está lendo isto, mas se está, fala aí tio, beleza?) entre outras coisas... A questão é que esta é a lei natural da vida, ninguém nasce no topo, até mesmo os filhos dos grandes astros têm um caminho a seguir se desejam mesmo fazer sucesso – aliás, quem não quer ser pop?... Na luta livre acontece a mesma coisa. Primeiramente, se um dia o “sujeito” sonha em “praticar a ação” de se tornar um campeão mundial, ele tem que ter em mente que isto não será fácil, aliás, algo é fácil na vida? Na vida, eu digo... Bem, era esta mesmo a resposta que eu queria... Se eu pegar como exemplo hoje, de estrela mundialmente conhecidas na luta livre, temos aí o Sting, Kurt Angle, Kevin Nash, Undertaker, Triple H, Shawn Michaels... Estes 6 são muito conhecidos e possuem seus talentos reconhecidos pelo público. Obviamente hoje em dia eles não vão fazer algo que fizeram há 10 anos atrás, assim como hoje você escala uma árvore atrás de pipa, daqui à 20 anos o mesmo não será possível, o rigor físico já não é o mesmo, e é uma tremenda burrice tentar compará-los aos garotões de hoje, assim como era burrice compará-los com os senhores da época em que começaram a trilhar suas carreiras...

http://1.bp.blogspot.com/_U-VI5zbJjMk/SQO-5YxG5eI/AAAAAAAAAQw/Rbt81VY8-kM/s400/Pseudo-intelectual.jpg

Vamos ver outro fato que sou obrigado a abordar neste tema... Saindo um pouco da linha de raciocínio (mas eu prometo retornar), vocês já ouviram falar de síndrome de underground? Isto é uma coisa até normal nos dias de hoje, é aquele típico caso do cidadão que não gosta que algo passe na TV, isso, ou aquilo, para ser algo restrito apenas aos usuários da internet, ou sabe-se lá o que o cara está pensando... No mundo dos fãs de wrestling isto é normal, infelizmente diga-se de passagem... Existem vários tipos de fãs assim, eu não estou criticando quem goste de federações do circuito independente, até porque os combates são bem interessantes, aliás, eu mesmo gosto de lutas de federações conhecidas como "indys"... Mas têm aqueles que se dizem gostar apenas para ficarem com a imagem de entendidos do assunto, é isto, é aquilo, e afins... Eu consideraria isto como fase, assim como esse povo quando começou a ver WWE estava todo eletrizado com aquilo, eu digo o mesmo de agora, começaram a acompanhar o circuito independente e ficaram fanáticos pelos spots, pelas grandes lutas, e etc... Eu não tiro o ponto da razão destes fãs. Mas tiro apenas o ponto quando eles se remetem a WWE, pois a grande maioria dos fãs de circuito independente ama criticá-la. Seja pelas demissões, pelas storylines, pelas qualidades das lutas, por isto, por aquilo, e agora está ficando tensa a situação, estão reclamando até mesmo das contratações! Será mesmo que isto é ser fã?

Eu compreendo que hoje em dia a qualidade do booking não é mais a mesma de uns anos atrás, mas as coisas mudam minha gente, 10 anos atrás chamar um negro de macaco na televisão – como Didi fazia, lembram? – era algo normal, aceitável, hoje em dia se fizerem uma simples referência, por exemplo, a homossexualidade, então virá uma legião de gays se manifestando com motivos e pretextos para armarem a barraca e ganharem uma boa duma grana... A sociedade mudou, nos anos 90 era Nirvana, Gus’N Roses, a era Punkster, se nos anos 80 os adolescentes queriam ser rebeldes, nos anos 90 eles eram, e agora nos anos 10 [?], ou melhor, nesta nova década eles querem ser maus, porém ser também o bem na fita... No que isto remete a WWE, Indys, e tudo mais? É incrível como todo fã de Indys sempre fala a mesma coisa “antigamente a WWE era ótima, mas hoje em dia, tenho pena...” Mas o engraçado é que esses fãs não percebem o grande diferencial da WWE de anos atrás para a de hoje, há 10 anos atrás os personagens eram perfeitamente trabalhados, storylines convincentes (outras nem tanto, mas ta valendo...), porém as lutas eram violentas... O combate ser violento não significa necessariamente ser bom, e agora, pegando como exemplo, eu não achei boa a luta entre Foley e Kevin Nash, que foi ultra-violento, mas bom mesmo não. Claro, tinha grandes lutas, mas as grandes lutas ocorriam por causa de um perfeito mix entre interação com o público, personagens, o espírito do ringue se movia a favor de tudo e de todos, por isto esse eterno “saudosismo” sempre à favor desta época do wrestling. Mas a contradição dos fãs de indys chega quando eles falam: “Gostava de WWE, mas hoje não, eu não quero ver novela, quero ver luta...” Bem, aí fica a gosto de cada um, mas lembrem-se, não estou sendo crítico a um, ou a dois, estou falando no geral pelo o que eu mesmo vejo, e a diferença de um fã pro outro é apenas no ídolo e no nome...

http://www.onlineworldofwrestling.com/pictures/a/americandragon/08.jpg

Claro, tem também os fãs de indy que verdadeiramente entendem de como a coisa funciona, são cabeça-aberta, querem ver boas lutas, mas também sabem admirar o que a WWE tem a oferecer de bom. Claro, você verá um Hornswoggle aqui, Great Khali ali, mas pensem, WWE não é um produto direcionado para um único tipo de fã – aqui está a vantagem no cenário independente, que até eu mesmo gosto, você possui várias opções, seja o hardcore (CZW, IWA, BJW, DTU), seja os combates de grande qualidade (PWG, CHIKARA, ROH, etc), ou seja lá pelo o que for, se você quiser, lá encontra nas Indys, talvez esse seja o lado em que os fãs única e exclusivamente de WWE devam ficar atentos também... Mas como bem podem reparar, é um produto único, só assiste aquilo quem gosta de tal, e já na WWE deve-se abranger certa camada, e se nem Deus agrada a todos, como que poderia a WWE agradar a todos também?

A típica resposta dos fãs de indy é: “quanto mais dinheiro, menor a qualidade”... Eu sinceramente não entendo esta colocação, o pior de tudo que o “pioneiro de indys” na internet a fora é contra esta opinião... (isto sim foi uma indireta, não só a você que está lendo, como a todo mundo, até a mim mesmo, não preciso citar nomes). O mesmo caso desses fãs é que agora com a ROH na TV eles estão achando tudo muito belo, mas não entendem que se ela está na TV ela quer crescer, de pouco em pouco, apesar de que para mim, a ROH é algo no nível da ECW anos atrás, com sua respectiva proporcionalidade, a ECW atendia as tendências da época, o extreme, arrancar o Oh My God! da boca da galera, e a ROH em contrapartida oferece um produto para a tendência da nossa época, a época em que se trabalha com as lutas técnicas, qualidade no ringue, uma geração que avalia minuciosamente cada luta, cada segmento, até eu mesmo estou nessa... Somos todos os estagiários do wrestling – não existe uma expressão melhor que esta para denominar o que se passa...

http://1.bp.blogspot.com/_P3BvaDvVAyk/SYr6ywz15TI/AAAAAAAAAto/DGli5-WFysE/s400/PseudoIntelectual%2B2.jpg

Assim como todo estagiário, nós cometemos nossos erros e temos o nosso lado excêntrico, este que eu consideraria como o nosso lado mark. Existem diversos tipos de marks, e entenda que isto não é apenas ser fã de um wrestler, você querer apenas ver pancadaria no ringue se torna num mark, eu em querer ver o Chris Jericho no ringue, torno-me um mark, aquele cara que quer ver a vizinha peladona, se torna um mark também, mas aí também ele não vai nem saber o que é isto, deixa quieto então. Eu prometi não ir muito longe e já me estendi até mais do que devia (por isto, se dirigir, não beba, nem dê a típica bicadinha).

http://palminfo.files.wordpress.com/2007/01/copasfora_palm.jpg

Fãs são assim, lotam arena, ficam esperando pelo ídolo embaixo de chuva, de sol, de tudo, os fãs são perigosos, eles tentam matar o ídolo – vide o louco que tentou matar o Papa João Paulo II, ou então sobre a morte de Kennedy – e agora os fãs estão, de certa forma, querendo que seus ídolos não possam brilhar... O pior nesta história é que eu não posso falar muita coisa a favor, e nem contra, pois estou em cima do muro, me ajuda a escolher um lado certo? Eu vou te apresentar as cartas da mesa, e vocês me dizem qual a melhor, ok? Vamos supor que eu esteja jogando copas (um jogo de conhecimento geral da nação).

O meu As de copas é o fato de que todo wrestler que está hoje na WWE passou pelo circuito independente, batalhou e lá chegou. Vocês não acham mesmo que Shawn Michaels começou do nada na WWE né? Claro que naquela época a gente nem sabia direito como funcionava as coisas, mas eles sabem perfeitamente o quão dura foi a trajetória deles... Olhar hoje para um Undertaker e dizer: “você é um merda” é muito fácil, mas entender como ele se tornou este merda e revolucionar toda uma geração de wrestlers que é complicado, né? A meu favor eu tenho também o Reis de copas, que é o fato de wrestlers recentes provindos de indys também terem sua chance e seu talento reconhecido, temos como exemplo CM Punk. Claro que demorou um pouco para Punk chegar ao topo, mas você acha mesmo que numa empresa grande você chega e rapidamente se torna gerente? Punk foi bom menino, obediente, e como ele citou em suas promos, não foi pego em nenhum exame anti-dopping, coisa que wrestlers como Brian Kendrick, e Jimmy Wang Yang, não conseguem... Aliás, estes dois são os exemplos mais citados de talentos desperdiçados... Responda-me, você chamaria um drogado para sua mesa de jantar, junto a seus pais? Sem mais!

Sem uma boa indicação, chegar lá e ir direto ao topo é praticamente impossível, tirando Kurt Angle e Brock Lesnar – que até tinham um bom passado que vos garantisse algo – eu não lembro de nenhum outro wrestler que chegou à WWE e foi rapidamente para o main event. E mesmo assim, suspeito que ambos tenham uma boa lábia, e boas indicações... Chegar ao topo que eu digo, de começar mesmo, se citarem Chris Jericho que já entrou rivalizando com grandes, Undertaker idem, e outros assim também não vale constar, pois já tinham um background respeitável, e a época disto era outra – Roubar wrestlers da WWE era o plano de um, roubar os wrestlers da WCW era o plano de outro, guerra, eu quero sangue, e pimba na cutia! Com esta linha de pensamento eu tenho uma damas de espada nas mãos, se formos analisar, CM Punk teve como indicação Paul Heyman, uma pessoa respeitável neste ramo, e citando agora a recente contratação da WWE, Bryan Danielson tem Shawn Michaels como referência lá dentro, o que é uma coisinha simples, não é?...

http://2.bp.blogspot.com/_OMIECgY7nVM/R6D4sB5r6RI/AAAAAAAAADw/F98aIUTfEXI/s200/Dama%2Bde%2Bespadas%2B2.gif

Porém, a dama de espadas pode ser uma carta boa no jogo, principalmente se na sua mão tiver o Reis de copas, e o As de copas. Porém... Deve-se analisar o resto do baralho, e aproveitar que ainda tem chance, você tem o direito de passar três cartas para o oponente, e tem agora a chance de passar ou não, mas antes é importante analisar se você tem um Reis de espada, Dama de Copas, Dois de Copas, e ver qual é a predominância do resto da mão... Bem, dá para continuar, vamos ver o resto da jogada...

Nesta mão eu tenho o dois, cinco e seis de copas, cartas que podem estragar toda a minha jogada. O seis de copas seria o fato de que outros wrestlers por lá já passaram e não foram devidamente aproveitados como deveriam ter sido, o maior exemplo de todos é o Colt Cabana, um wrestler com potencial de entreter de forma cômica inclusive, simplesmente nos seus combates, sem torná-lo num combate patético. Isto é algo para poucos, e algo que a WWE muito procura, mas não encontra... E o que mais me impressiona é que Colt Cabana tem o porte físico no “padrão WWE”, o superstar look... Bem, ele é o caso que os fãs de Indys criticam e eu realmente não sei o que dizer... o Dois de Copas é a má qualidade do booking, e saber onde ele será encaixado, e isto também pode matá-lo lá dentro. E finalizando, o Cinco de Copas é o fato de que existem pessoas lá dentro que podem vetá-lo assim como muitos outros já foram. Mas o jogo de copas fora eu posso passar três cartas, se lembram? Então eu passo essas três cartas, pois acredito que isto não ocorrerá com Colt Cabana, isto porquê...

Em contrapartida, o meu Reis de espada pode manter o meu pensamento de vencer este jogo é o fato de que mesmo com todos os outros casos (que irei citar) é o fato de que entre todos eles, Bryan Danielson, pode-se afirmar, é o melhor de todos estes. Danielson tem 27 anos, e nesta sua jovem carreira já conquistou títulos por praticamente todos os cantos em que já passou com a sua gimmick de Best in the world, veio conquistando uma legião de fãs, boas lutas e etc, e agora vai para a maior federação do mundo... Como todos nós sabemos na WWE os wrestlers passam por uma redução de golpes no move-set, tem seus golpes limitados e etc, mas isto não seria problema para Danielson, o homem é capaz de render ótimos combates com seja qual o oponente, um high flyer, um power house, seja qual for, isto se dá pela sua grande variedade de golpes, pronto. Temos em mente que com ringue ele não tem problemas, microfone pelo que vejo também não é um ponto negativo, por que um wrestler deste porte não pode fazer sucesso na WWE?

https://poker.bwin.com/media/img/bawcom/poker/hand_rankings_002.gif

Concluindo, a minha mão é ótima, eu posso levar tudo e fazer nenhum ponto, e distribuir 26 pontos para cada um... Este meu jogo está totalmente favorável a mim, eu só perco se não souber utilizar as cartas certas, mas em momentos difíceis como este que a WWE está enfrentando, a margem de erro para com o futuro se torna mínima, e eles são obrigados a lapidar todos os astros para o futuro, mesmo quando estes já são astros de hoje. Assim sendo, Bryan Danielson tem de tudo para brilhar na WWE, só é necessário que os fãs dele sejam a favor, e não contra para quererem vê-lo em indys, pois isto não será um progresso – como acham – mas sim um retrocesso... A WWE limita? Limita seus golpes, mas abre o seu caminho para o sucesso!

3 comentários:

The Lich disse...

Outra coluna imensamente boa, um assunto que outros blogs ou portais praticamente nem comentaram, eu também fico de cara com o que as grandes federações fazem, roubam os nossos amados Indys e transformam eles em jobbers!Bryan Danielson, quem sabe uma esperança?Ou seria apenas outro jobber pro Cena?Só o tempo dirá né =P

robson disse...

ótima coluna!!!!!!!

Caio disse...

lol muito sem noçao
porem muito foda tah de parabens a equipe ai continue escrevendo mais

Postar um comentário

Gostou do artigo?

Então comente!

Obs: Ofensas, divulgação inapropriada e palavreado chulo não será tolerado.

 

©2009 Are you ready to wrestling? | Todos os direitos reservados